top of page
  • Foto do escritorMidia AD Anápolis

NÃO SE ASSUSTE COM A TEMPESTADE


Quando sua perspectiva está em Deus, seu foco está naquele que vence qualquer tempestade que a vida pode trazer.

Max Lucado


Essa frase acima me faz lembrar uma passagem bem conhecida na Bíblia, Mateus 8.23-27: o episódio em que Jesus acalma a tempestade em uma travessia do Mar da Galiléia junto com seus discípulos. Jesus estava dormindo no barco, e o vento começou a fazer estragos na embarcação. Os discípulos se desesperam e incomodam a Jesus, até que ele se levanta e profere sua palavra de autoridade sobre toda a ordem criada:


E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança.

Mateus 8:26


Fico imaginando que muitas das nossas famílias têm estado em severas tempestades já há algum tempo! E mesmo Jesus estando dentro do “nosso barco”, ainda tememos por nossa sobrevivência. À semelhança dos discípulos insistimos em clamar quando deveríamos adorar!


É isso o que você acabou de ler! Adorar ao invés de clamar! Há momentos de clamar, mas há outros em que devemos apenas adorar, pois como dizia um cântico do passado: “com Cristo no barco, tudo vai muito bem, e passa o temporal”. A presença de Jesus em nossa família deve nos trazer a esperança de que, a despeito das tempestades nosso lar permanecerá de pé!


Tenho dito e repetido: no fundo o que temos é o problema no nível de nossa confiança. Não confiamos o suficiente, por isso que temos tantos atropelos na nossa vida familiar. Tudo porque sofremos da seguinte dicotomia: falamos que confiamos em Deus e agimos confiados em nós mesmos!


Experimente seguir esse conselho: mesmo com o barco sofrendo naufrágio, confie que quem está nele tem.

Comments


bottom of page