top of page
  • Foto do escritorPr. Bertiê Magalhães

ACAMPAMENTO SEGURO


Ao terceiro mês da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no mesmo dia chegaram ao deserto de Sinai, porque partiram de Refidim e entraram no deserto de Sinai, onde se acamparam. Israel, pois, ali se acampou em frente ao monte.

Êxodo 19:1,2


Chegando aos termos do Monte Sinai, a relva estava amarelada, mesclada com os ramos verdes e o caminho exaustivo terreno semi-árido.

Estabeleceram ali as tendas. A nuvem determinava um período estável. O ACAMPAMENTO ESTAVA SEGURO COM A ORDEM DIVINA. Aquele que habita no esconderijo do altíssimo à sombra do onipotente descansará. Sl 91.1.

Descansar nas promessas de Deus é sentir como criança acalentada no seio materno, e deleitar: Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus, sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra” SL 46. Tendes sentido a proteção de Deus em seu lar estabelecido? No trabalho? Sentes seguro no seu acampamento ministerial? O acampamento está cercado pelo resplendor da glória do pai, tão somente faça agradar-lhe que sempre terás garantia de proteção divina no decorrer desse ano. Amém.


I – CONTEXTO HISTÓRICO.

A palavra convencionalmente traduzida para “deserto” não tem a conotação de uma região arenosa e árida, a palavra mais apropriada em português seria “sertão”, região de pastagens ainda não ocupada pelo homem. O v.2 - Deixa bem claro que a Estepe do Sinai ficava diretamente defronte ao monte e a pouca distância de Refidim, com a “Estepe de Sim” já bem distante (17.1). O monte Sinai propriamente dito pode ser identificado com Gebel, Musa Gebel Serbâl ou Gebel Katarina, três importantes picos da região próxima. Uma interpretação detalhada da topografia depende da localização escolhida para o monte. Acolhemos aqui a opinião tradicional que Gebel Musa é a montanha em questão.

Mas nenhum detalhe teológico depende da identificação exata, que pode não ter sido clara para os israelitas de tempos mais recentes. Mais penetrante é a questão de o Sinai ficar ou não ao Sul da Península. Estudiosos o localizam próximo a Cades-Barnéia a nordeste, ou em algum ponto da moderna Arábia, a leste do Golfo de Ágaba, e isto devido considerarem que as histórias narradas a esta altura de êxodo pertencem a região de Cades Barnéia, (água extraída da rocha; cordonizes; o conselho de Jetro). Certamente acontecimentos semelhantes aparecem em números, relacionados à região Cades Barnéia.


Condições históricas do concerto feito no Sinai:

1 - Organizar a nação;

2 - Dar-lhe uma forma de governo;

3 - Elaborar as leis que a governariam.


É assim com todos os povos e não poderia ser diferente com este.


CONTEÚDO TEOLÓGICO.

“Reino sacerdotal e Povo Santo”. Esta é a única ocorrência da expressão no velho testamento, embora Isaías 6l.6 seja semelhante. Tal expressão certamente implica na existência de um rei, e este rei é: YHWH, (IAVÉ). Temos possíveis passagens ao reinado de YHWH, (IAVÈ) no período mosaico. Encontram em Nm 23.21 e DT 33.5. Ao tempo dos juízes era axiomático que, sendo Javé autoridade sobre o povo, nenhum mortal poderia reivindicar o título de “Rei” Jz 8.22. A ênfase da passagem não recai nisso, a monarquia era a única forma de governo conhecido no mundo antigo. “Reino” poderia ser traduzido como nação ou estado.

Atenção é atraída para a condição sacerdotal atribuída a Israel. Isso se torna ainda mais compreensível em vista do fato que até aqui não existia qualquer casta sacerdotal em Israel propriamente dita. Presumivelmente, conceito básico de um grupo especialmente separado para possessão e serviço de Deus, com livre acesso a sua presença.

Até então, todos os povos tinham o mesmo Status: povo escolhido só viria ser uma entidade depois do Sinai. A princípio, “Santa” sem dúvidas significava apenas dedicada a Deus, sem qualquer conotação moral particular. Tal santidade era contagiosa (19.12), poderia ser perigosa se não fatal. Assim por causa da natureza rebelada de YHWH (IAVÈ), tal santidade por ser descritiva de Deus, assumiu o significado fortemente moral. Por fim, a santidade divina passou a ser uma exigência moral constrangedora sobre o seu povo, LV 20.7.

A santidade do povo de Deus, a instituição do sacerdócio levítico, está baseada na nova aliança em Cristo. I Pe 2.9.


CONTEÚDO DOUTRINÁRIO.

Preparando os acampados para recepção do concerto.

A exigência divina para o seu encontro com o povo:


1- Marcar limites em volta do monte - o lugar em que habita Deus, nenhum ser pecador poderá pisar este lugar;

2- Santificação - ninguém poderá chegar-se a Deus imundo. Deus mesmo deu os meios de fazer esta purificação simbólica: a) lavagem dos vestidos, b) lavagem do corpo. As abluções era requeridas e significava que o corpo da pessoa estava completamente limpo. 0 sacerdote não podia entrar no tabernáculo e oferecer os sacrifícios sem se banhar primeiramente.

3- Abstinência sexual - Era crença geral, na antiguidade, entre todas as religiões, que a lavagem do corpo e a abstinência de certas práticas naturais, limpava o corpo e também asseava a moral. Isso podia ser verificado no Egito e na babilônia. Tais purificações durariam dois dias, e no terceiro poderiam aparecer diante de Jeová. Mas tarde algumas destas injunções foram elevadas a sete dias, da mesma forma em muitas religiões como a Hindu, Egípcia, Persa, muçulmana, era considerado impureza o contato sexual, por mais casto que fosse, até mesmo Porfírio o escritor romano fez menção deste costume na sua obra “De abstinência”.


CONTEÚDO APLICADO.

Nosso acampamento está seguro? No texto em evidência, temos elementos substanciais para extrairmos lições contundentes para nossa prática de vida cristã, lições como essas que poderão nos ajudar a fechar nosso acampamento sem deixar brechas. Analisando os elementos práticos doutrinários indutivos, que nos induz a prática do conhecimento do evangelho de Cristo Jesus. No terceiro mês da saída do Egito, vieram ao deserto do Sinai.

Terceiro – nos fala da terceira pessoa da trindade, Espírito Santo;

Egito – nos lembra o mundo;

Deserto de Sinai – lugar onde a Igreja do Senhor Jesus é provada por Deus. Fui convencido pelo Espírito Santo do pecado, da justiça e do juízo, é o mesmo Espírito Santo que nos conduziu do mundo para Deus, Jo 16.7,8, para experimentar a novidade de vida em Cristo Jesus II Co 5.17.

Sendo a Igreja de Cristo um canal de águas vivas, que fluem do seu interior para saciar os sedentos da verdade e da justiça; o ensino que é alimento para matar a fome do conhecimento do Senhor, sendo Cristo o verdadeiro pão que desceu do Céu, a sua palavra ministrada em sua casa proporcionando nutrição completa.

Acampamento de fronte o monte - monte nos fala da presença de Deus, das coisas altas, do socorro celestial, Cl 3.1,2. Ensino aqui é: saiu do mundo, estás na presença de Deus. Então cuidado com as coisas terrenas para não ser integrado no mundanismo. Eleva os teus olhos para os montes (lugar alto) é de lá que vem a provisão para sua fé que abraçaste em Cristo Jesus. Olhando para Jesus o autor e consumador da fé, Hb 12.2, que está à direita do Pai celestial intercedendo por nós.

Moisés encima do monte – processo espiritual pelo qual Deus fala a Moisés, resultado deste crescimento é a sua posição diante de Deus.

Deus adverte – se diligentemente ouvires a minha voz,

Deus exorta – e guardares o meu concerto,

Deus redargua – porque toda terra é minha,

Deus promete – que o seu povo seria um povo santo e teria um sacerdócio santo,

Deus ordena – essas são as palavras que falarás aos filhos de Israel.

Moisés é o líder que tem consciência, que todo líder precisa ser um intercessor entre Deus e o povo. De um lado Deus tem propósitos e de outro lado o povo tem expectativas e no meio está Moisés o exemplo autêntico do líder consciente.

Deus rompe as expectativas do povo e prepara sua manifestação V.9, e ordena: prepara o povo v-10, prepara o dia V-11, prepara o lugar V-12, e o próprio Deus também já prepara o juízo para os desobedientes, aqueles que sempre estão dando um jeitinho de romper os limites estabelecidos por Deus para a nossa santidade.

Crente em Cristo Jesus foi chamado para viver todas essas experiências na prática de sua vida. 0uvindo Deus e transmitindo ao povo, subindo para revelação e descendo para a humilhação, para que haja sempre compreensão da necessidade do povo. Dentro dos termos do nosso acampamento estão acontecendo estas experiências? Claro que sim, Glórias a Deus. Significa que nós estamos no acampamento de Deus, com nossa vida escondida em Cristo. Pois esta prática de vida nos oferece um acampamento seguro sem brechas para o adversário se avantajar contra nós. JESUS CRISTO É NOSSO ACAMPAMENTO SEGURO.

ความคิดเห็น


bottom of page